“Cheguei até o Dr. Paulo através de  relatos de outras mulheres em grupos de parto. Eu estava segura. Segunda gestação, com planos de um parto domiciliar e acreditando piamente que nada sairia do planejado, afinal de contas o segundo parto costumava ser ainda mais fácil. Isso era o que mais ouvia.

Fiz o pré natal com ele: atencioso, detalhista, carinhoso, super empático com meu filho mais velho… Me sentia como se ele fosse meu amigo de infância.

39 semanas e uma bolsa rompida sem nenhum sinal de trabalho de parto. Ele foi cauteloso, me acalmou… Esteve em contato comigo o tempo todo. Me tirando dúvidas, me atendendo a hora que fosse…. De uma disponibilidade que nunca tinha presenciado.

Chegamos ao nosso limite de tempo de bolsa rota. Eu estava preocupada.. Optamos pela internação para indução. Passamos o dia no hospital, ele fez daquela delivery a sala da minha casa. A descontração, o riso, a calma, o silêncio quando se fazia necessário, a seriedade quando o trabalho de parto não evoluía. E em momento nenhum me pressionou… Ele simplesmente acreditou no meu poder de parir. Ele observou… Notou que eu só tinha contrações quando meu filho mais velho mamava. Então, mudou a medicação a partir daí… E então entrei em trabalho de parto ativo. Sim, foi a olhar atento dele que fez a mudança dos planos.

Após mais de 90 horas de bolsa rota, mais de 16 horas de indução, meu filho nasceu. Veio para o mundo com respeito, com cuidado, com amor… Com paciência.

Ele foi a calma. Ele foi o cuidado. Ele foi o olhar amoroso. Ele foi imprescindível.

Agradeço por ter a oportunidade de ter conhecido alguem tão iluminado. E me sinto privilegiada por esse alguém ter tido um olhar tão observador e amoroso num doa momentos mais importantes da minha vida.

Obrigada eternamente Dr. Paulo Noronha! ”

Beijos Cristina, Thiago, Fernando e Felipe